"A moralidade selfie": A Degradação Moral do Movimento Animal

Gary Francione
Typography

Eu identifico como "moralidade selfie" o fenômeno de caracterizar discordância substancial ou crítica como "opressão", "agressão", "ataque", "ódio", "vergonha" ou "assédio moral", sem fornecer qualquer resposta substancial às críticas. A moralidade selfie não é nada além de narcisismo. E é inerentemente especista.

 Assim, por exemplo, quando os veganos abolicionistas fazem um argumento fundamentado que o status moral dos animais não humanos requer o reconhecimento do veganismo como um imperativo moral, eles são atingidos com o coro previsível de lamúrias bem-estaristas que tal posição "envergonha" ou "insulta" pessoas que não são veganas. Pense nisso por um segundo. Aqueles que estão envolvidos em, ou apoiam conduta violenta, exploração, ou outras formas de condutas moralmente condenáveis envolvendo animais não humanos acusam aqueles que se opõem à vitimização de animais como "agressivos", "odiosos" ou "violentos". Eles parecem pensar que qualquer crítica fundamentada a sua posição irracional, por si só, colide contra o princípio da não violência.

Isso é apenas narcisismo incontestável. Em essência, diz que: "Para o inferno com os animais; para o inferno com teoria moral sólida. A única coisa que importa é meus sentimentos e eu não gosto de ser criticado." Na verdade, esse é o tipo de posição que dá má reputação ao narcisismo.

Moralistas selfie muitas vezes acusam as pessoas que têm uma posição moral fundamentada em favor do veganismo como base moral de serem "sectários". Pense nisso. A característica que define uma seita é a proibição do pensamento racional. Então, quem está sendo "sectário" -- a pessoa que tem uma posição racionalmente defensável, ou a pessoa cujo único argumento de fato é: "Você discorda de mim. Está sendo violento. Você está me envergonhando. Estou em uma 'jornada' "?

Outra manifestação de moralidade "selfie": "qualquer um que discorde de mim ou não reconheça que eu sou incrível e importante é um racista ou sexista." Mais uma vez, nós não olhamos para o posicionamento que está sendo proposto. É tudo sobre o orador e qualquer coisa que não é apreciado apreciada pelo orador deve estar erradoerrada. As pessoas são classificadas como moralmente boas ou moralmente más com base nos caprichos do orador. Isto é completamente narcisista.

A moralidade selfie é a degradação moral do "movimento animal."

****************

Gary L. Francione

Board of Governors Distinguished Professor, Rutgers University

©2016 Gary L. Francione

Texto escrito por Gary L. Francione

Texto original em inglês: http://www.abolitionistapproach.com/selfie-morality-the-moral-rot-of-the-animal-movement/#.V3U-8zXarVI

Tradução para o português autorizada por Gary L. Francione feita por Vera R. Cristofani.

Revisão: Tibérius O. Bonates