O filósofo Gary Francione desenvolveu a teoria de direitos animais abolicionista, que tem como base moral o veganismo, e é autor de seis livros sobre o assunto. A sua teoria salienta, entre outras coisas, que todos os seres sencientes têm interesse em não sofrer e em continuar a viver, e esses interesses são necessariamente frustrados se eles são usados como recursos dos humanos. Desta forma, se realmente levamos os interesses dos animais a sério e se concordamos que é errado infligir sofrimento e morte desnecessários aos animais, deveríamos adotar o veganismo.

Donald Watson

Em 1944, Donald Watson inventou a palavra vegan, vegana ou vegano no português, que é usada para definir, por exemplo, pessoas que excluem o consumo de animais e qualquer produto de origem animal de sua dieta, além de não participar em todas as formas possíveis de exploração animal. Como ele notava, a civilização atual está construída com base em exploração de animais não humanos, assim como civilizações passadas foram construídas através da exploração de escravos.

Um grupo de neurocientistas assinou recentemente o manifesto, The Cambridge Declaration on Consciousness, admitindo a existência da consciência em todos os mamíferos, aves e outras criaturas, como o polvo.

De acordo com o livro Introduction to Animal Rights: Your Child or the Dog, de Gary Francione, a ser lançado no Brasil em breve, antes do século XIX, a cultura ocidental não reconhecia, no geral, que os humanos tinham qualquer obrigação moral e legal em relação aos animais.

More Articles ...